terça-feira, 12 de abril de 2011

Sabem uma coisa que nunca vou entender?

Certos homens (porque ainda bem que há por aí uns que se safam). Eu explico. Há cerca de 4 meses conheci um "tipo"(vamos chamar-lhe assim) num contexto absolutamente formal. Com a convivência quase diária o "tipo" consegue informar-me que tinha pedido a namorada em casamento, que ia casar em Maio que com 8 anos de namoro não tinha dúvidas, que era bastante ponderado e que não se sentia ansioso por ir casar. Óptimo! Digo eu, diz quem ler este texto até aqui.
A semana passada convidou-me para ser amiga no facebook, eu aceitei, afinal o "tipo" era simpático, ia casar e tal e coiso, achei que não não havia problema em fazê-lo.
Meteu conversa comigo. Tudo bem. Três linhas de texto e pimbas, heis que a conversa começa a descambar. -Podíamos ir beber um café tranquilo... What?! Ia-me passando! 
- Ah és tão gira, acho que se criou um laço especial entre nós...blá, blá, blá... 
O homem vai casar a menos de um mês e está a meter-se comigo?!... Incrível! Claro que da minha parte, levou raspanete. Disse-lhe claramente que a namorada não devia ficar muito feliz com o comportamento dele, ao que ele me respondeu que ela sabia e não se importava, (pois, pois) eu disse-lhe que se era assim, então que era rara, mais uma razão para a aproveitar. Acho que se tocou porque não disse mais nada (felizmente). Mas é preciso ter lata, não é? Incrível!!!

17 comentários:

  1. Essa de ela não se importar deve ser cantiga do bandido. Grande lata, mesmo!

    ResponderEliminar
  2. Há coisas que eu acho normais. As pessoas podem perfeitamente ser amigas no facebook ou até mesmo tomar um café, sejam casados, solteiros ou divorciados, mas tudo depende do contexto. Não me venham cá com tretas, que se o meu marido convidasse uma mulher para um café, por achar que se criou um laço especial com ela e porque ela até é tão gira e tal e coiso, o melhor era ir logo criar laços para outra freguesia.

    ResponderEliminar
  3. Aline, eu não acredito que ela não se importe... e se o convite tivesse sido normal teria continuado a falar comigo, mas calou-se.
    Ni, foi por isso que o aceitei no facebook porque achava que o rapaz ia casar e que não fazia mal adicioná-lo, enganei-me!...

    ResponderEliminar
  4. Mamã, o facto de o teres adicionado não tem mesmo mal nenhum. Eu se calhar faria o mesmo. Já adicionei pessoas que não conheço pessoalmente (poucas, é certo) e sempre disse que dificilmente o faria. Homens e mulheres, mas sempre, sempre num contexto com lógica (amigos de amigos que se "comentam" mutuamente, por exemplo, bloggers) e nunca às escondidas do meu marido. Nem nunca esses contactos deram origem a convites suspeitos e pouco próprios. É verdade que não posso responder pelos outros, nem tu podias adivinhar o desfecho desta amizade inocente. O que há a fazer é o que tu fizeste (e muito bem), cortar o mal pela raiz. E até acredito que a noiva saiba do convite, mas desconhece com toda a certeza o tipo de abordagem...

    ResponderEliminar
  5. Obrigada Ni. Quanto à namorada acho que é precisamente como dizes...

    ResponderEliminar
  6. Fizeste tu muito bem em cortar o mal pela raiz. é preciso ter mesmo lata.
    A mim aconteceu-me isso mas com um amigo do Rui que aproveitou ele ter ido fazer um curso longe para meter a asinhas de fora. Foi logo metido no devido lugar.
    Eles tem um lata!!!

    ResponderEliminar
  7. Esses tipos são mesmo nojentos. Infelizmente, recentemente também me deparei com um desses e já casado. Mandei-o dar uma volta, se quiser convidar para jantares que vá jantar com a mulher. É preciso ter lata.

    Mas, tenho que dizer que adorei a tua resposta! He, he... deve ter aprendido a lição!

    ResponderEliminar
  8. Que lata que certas pessoas (leia-se homens) teem...


    Pois, assim ate acredito que o senhor em questao nao tenha duvidas em casar (ter alguem que lave, passe, cozinhe esfregue, etc...) enquanto ele anda a "levantar" charme para cima de outras mulheres...chama-lhe parvo...

    Agora, se ela soubesse, nao tenho tanta certeza se ia ter tantas certezas quanto ao casamento...
    Nao acredito nada que ela nao se importe que o tipo va beber cafezinhos com "amigas" giras!!!!

    Paciencia...

    ResponderEliminar
  9. O que me deixa um bocado preocupada, e preocupada não sei se é o termo certo é que há demasiadas "histórias" assim... O que me leva a questionar até que ponto conhecemos quem está ao nosso lado...mas são coisas que é melhor nem pensar nelas...

    ResponderEliminar
  10. As vezes ainda conseguimos ser umas anjinhas n é?

    ResponderEliminar
  11. Não sei se é só às vezes... ou se é sempre... temos a mania de Acreditar não sei se "eles" são tanto assim...

    ResponderEliminar
  12. Nem tentes... Sinceramente é um fenómeno que também me ultrapassa

    ResponderEliminar
  13. È por essas e por outras, que ca em casa nao ha contas separadas (msn etc...)ou passwords escondidas...e nao è que nao confie no marido, ou ele nao confie em mim, è exactamente pelo contrario, ha confiaça...eu se for á rua e nao tiver bateria no meu telemovel, levo o dele, e ele faz exactamente o mesmo com o meu...

    Os e-mail, apesar de ter-mos alguns "pessoais" todos teem a mesma pass...

    pelos vistos a mulher (ou futura) desse "senhor" devia fazer o mesmo...hehehehe

    ResponderEliminar
  14. Também não acredito que ela não se importe.
    Que cara de pau a dele!
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderEliminar