quinta-feira, 14 de outubro de 2010

o meu boneco "careca"

Sempre que olho para esta foto recordo-me que o pipoca personificou os meus sonhos de criança. 
Aqui, faz-me lembrar um boneco que tinha em pequena e com o qual costumava brincar às mamãs.

12 comentários:

  1. eu tb sempre imaginei o meu bebe...

    Era careca...mas saiu-me um cabeludo

    ResponderEliminar
  2. Que boneco lindo lindo lindo dá vontade de agarrar e não largar mais. Como eu tenho saudades da Sofia assim....
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Tânia - O meu ainda hoje é um carequinha...

    Mami - Eu também tenho tantas saudades...

    ResponderEliminar
  4. Mamã, não consegui encontrar sitio onde escrever para o teu post de cima, por isso vou fazer neste.
    Acho que és uma grande MULHER, não te conheço pessoalmente mas é isso que penso de ti. Tens um filho que amas e que te ama. Imagino o quanto te custa teres de ficar sem ele alguns dias para ele estar com o pai, mas mesmo doendo e mesmo com a ferida aberta tu deixas-o ir porque sabes que isso é bom para ele.
    Não lhe podes dar maior prova de amor do que essa. Admiro-te muito, muito mesmo.Não te arrependas nuca de teres tido o teu filho,embora não seja esta a família que tu sonhaste para ti ou para ele é a família que tu lhe podes dar. Ele sabe que é muito muito amado por ti e espero eu pelo pai também.
    Por isso força e coragem para ires em frente mais o teu menino lindo. Não ligues quando te dizem que não és mãe galinha, ser mãe também é saber abdicar de nós em prol deles e tu fazes isso e de cabeça erguida.Não deixes nunca que te pisem que façam de ti menos do que és.
    Beijo enorme e uma abraço apertadinho daqueles onde cabe o mundo.

    ResponderEliminar
  5. Tal como a mami, na consigo comentar no post a cima...
    Sem te conhecer pessoalmente ja gosto de ti, e custa- me tanto saber que ontem estavas a sofrer...
    Nao ès menos mae, nao senhor, nem menos mae galinha...so quem passa por elas pode dar valor, eu nao passei, mas ja vi alguem de quem gosto muito, estar a arrumar o saco dos filhos para irem passar 2 dias com o pai, a chorar...muito, sentada no chao do quarto...mas tal como tu dizes, è por ele, pelo teu filho, que tu tanto amas, e por isso, deixas-o ir...
    Nao è por aique se conheçe uma mae galinha...mae galinha??afinal o que è ser mae galinha???
    Nao è querer e tentar garantir a melhor e maior felicidade??
    NaO è sofrer por ele, calada, quando assim tem que ser??
    Nao è dizer, vai, conheçe o mundo, com vontade de dizer, fica, fica comigo para sempre???
    Nao è sofrer, chorar, limpar as lagrimas e dizer ao nosso filho, que somos tao felizes, pois temo-os a eles??
    Agora..tu...es sim, uma Grande mulher...Mae e pai...E das amor pelos dois!!!
    Agora quando se tem o grande antes de Mae...quem precisa do "galinha" depois!!!
    Beijos grandes, e um abraço muitooooo grande tambem!

    ResponderEliminar
  6. Eu não permiti comentários em cima, porque era um desabafo que precisava de mandar cá para fora mas ao mesmo tempo não lhe queria dar muita importância, e não quero. Sei que terei de passar por muitos momentos destes e passar à frente. Mas não imaginam o tamanho do meu OBRIGADA e o agradecimento do meu coração.

    ResponderEliminar
  7. Imagino o que tu sofre por partilha-lho com alguem que ate nem merecia, mas tu fazes isso por ele...
    ès uma grande mulher por saber distinguir as coisas...

    ResponderEliminar
  8. Ao ler o teu último post fiquei tão triste como imagino que deves estar.
    Acho que uma mãe não deveria ser sujeita a "partilhar" um filho mas a vida dá tantas voltas que às vezes é obrigada a fazê-lo por muito que custe e doa!
    Deixo-te um abraço muito apertadinho e dizer-te que continuo a admirar-te por aguentares tudo e mais alguma coisa!
    O teu bebé-careca é lindo e nele tens de concentrar todas as tuas forças!
    Beijo grande!!
    Aline e Afonso

    ResponderEliminar
  9. Já não vinha ao teu blogue à algum tempo e só hoje vi este post,não gosto muito de usar esta palavra mas odeio que tenhas de passar por isso, odeio que o meu sobrinho pipoca passe por isto! mas é aqui que se vê a grande Pessoa que és, "quem" diz que não és mãe galinha como ela é porque Graças a Deus nunca teve de dividir os filhos c ninguem!! teve a sorte de ter uma familia por ela escolhida e com ela constituida, ela escolheu e teve a sorte de quem a escolheu nunca ter abdicado daquilo a que se propôs fosse pelo que fosse!E não te esqueças disto, NÂO foste TU que erras-te!!! quem errou foi um heroi, quando tira a máscara não passa de um cobarde, que ao minimo susto escolheu desistir, daquilo que mais precioso a vida deve ter!! sei que não querias dar importancia a isto, mas não podia deixar de o dizer´: nem sempre combinamos, nem sempre nos entendemos, mas és a minha irmã, e hoje mais que nunca és o meu idolo! nem sempre te digo nem sempre te demonstro, mas adoro-te e tenho o maior respeito por ti!! bjokasss

    ResponderEliminar
  10. Aqui também tivemos uma bonequinha careca (a bem da verdade ainda tem muito pouco cabelo). Não te martirizes. Não vidas perfeitas. Não há famílias perfeitas. Um dia li, que as crianças escolhem as famílias em que nascem. E se o Pipoca escolheu a vossa, está preparado... Beijocas

    ResponderEliminar